ECONOMIA  DOS APLICATIVOS

Fonte: CA Technologies


[INTRODUÇÃO]

A economia dos aplicativos móveis está em ebulição

Os aplicativos móveis rapidamente tornaram-se a principal forma de muitos indivíduos interagirem com o mundo ao seu redor: trabalhar, comprar, se deslocar, se divertir, alimentar, estudar entre outras que seguem abaixo:

Fazer uma transação bancária ou uma reserva em um restaurante, comprar roupas ou passagens para a viagem de férias, hoje os usuários contam com os aplicativos para acessar de forma rápida, segura e confiável serviços e informações.

Os usuários estão mais envolvidos com aplicativos do que em tempos atrás.

Pesquisas mostram que a dependência de aplicativos continua aumentando. Os usuários informaram que abrem aplicativos nos smartphones com muito mais frequência  do que abriam um ano antes, e o tempo geral "no aplicativo" aumentou 21%.

Em categorias como saúde e bem-estar e redes sociais, o aumento foi ainda mais considerável, com o tempo no aplicativo subindo para 51 e 49%, respectivamente.

100 bilhões em vendas de aplicativos é a estimativa até 2020

A concorrência é feroz.

Atualmente, há 3,0 milhões de aplicativos móveis disponíveis para download; e esse número cresce de 2 a 3% todos os meses. Porém, somente cerca de 30 aplicativos são transferidos por download, em média, para os smartphones.

Isso significa que a maioria dos usuários está usando poucas das opções disponibilizadas para eles. Então é essencial, ainda que muito difícil, se destacar em meio a esse "turbilhão" e ainda ser notado.

No entanto, há uma maneira pela qual qualquer desenvolvedor pode se destacar na multidão:

Proporcionando uma experiência de usuário excepcional. AQUELE QUE OFERECE A MELHOR EXPERIÊNCIA DE USUÁRIO É O VENCEDOR

 "Hoje, vivemos em um mundo onde os clientes não são mais fiéis à marca, ao produto ou ao serviço. Em vez disso, eles são fiéis à experiência completa proporcionada por uma marca." — Mike Gregoire, CEO da CA Technologies

"Orientado pela importância cada vez maior dos terminais de aplicativos móveis e pela tecnologia dinâmica da web, o Monitoramento da Experiência do Usuário Final está se tornando ainda mais importante do que é atualmente para as empresas." Jonah Kowall, Will Cappelli |


Experiência de usuário

Ter os seus aplicativos transferidos por download é apenas meio caminho andado. Com a Apple e a Google redefinindo o conceito "cinco estrelas" na experiência de usuário os aplicativos que não estiverem à altura serão relegados rapidamente ao esquecimento.

Toda vez que um usuário abre seus aplicativos, estes estão sujeitos a um novo teste rigoroso de sobrevivência, com mais da metade dos usuários informando que eles dão a um aplicativo apenas três segundos para abrir antes de desistirem e seguirem adiante.

 Um estudo realizado pela TapStream revela que quase 90% dos aplicativos transferidos por download são abandonados depois de apenas um dia, e até o 30º dia, a taxa de abandono sobe para cerca de 97%.

É  animador observar que cada dólar que as empresas investem na criação de uma experiência de usuário mais elaborada pode gerar um retorno de até US$ 100.

Há quem acredite que criar um aplicativo "legal" seja o suficiente. Não há como negar que uma aparência diferenciada e atraente pode contribuir enormemente para uma experiência de usuário positiva. Porém, os aplicativos bem-sucedidos precisam ser muito mais do que um modismo


[Indicadores para avaliar experiência do usuário]

As principais métricas para avaliar a experiência do usuário em aplicativos móveis incluem:

1.- Desempenho

Os aplicativos cumprem o que prometem, de maneira rápida e confiável, toda vez que são abertos? São intuitivos e fáceis de usar? Oferecem recursos e benefícios exclusivos?

Os aplicativos são rápidos em responder às transações comerciais que os usuários iniciam, em retornar resultados ou em concluir as ações atribuídas?

 
2.- Resolução de problemas e travamentos

Com que frequência os aplicativos travam? Os dados são perdidos? O suporte é eficiente ao resolver problemas e impedir travamentos futuros?

 
3.- Tempo de resposta das transações

Os aplicativos são rápidos em responder às transações comerciais que os usuários iniciam, em retornar resultados ou em concluir as ações atribuídas?

 
4.- Integridade geral dos aplicativos móveis

Há atraso no desempenho ou na funcionalidade ao longo de uma sessão ou em sessões repetidas? Os problemas são resolvidos e o desempenho é aprimorado com novos recursos?

 
Como você pode garantir uma experiência de usuário que retenha clientes?

Para se manter no mercado, você deve monitorar continuamente todos os aspectos da experiência do usuário usando técnicas de análise sofisticadas. Os clientes nunca devem dizer a você algo sobre seu aplicativo que você ainda não saiba.

 

RESGATAR OS CASES DISCUTIDOS EM SALA DE AULAS.

Uber /  99 /  Lyft /  DogHero /  Ifood  / Rappi  /  GetNinjas  /  Airbnb /  Movile


fonte: https://www.ca.com